COMEDOURO DE AVES DA UFAC CAMPUS FLORESTA

Prof. Paulo Bernarde

       

    RESUMO

    Alimentar pássaros silvestres através de comedouros não é considerado uma atividade prejudicial para a avifauna, podendo até ser importante para ajudar na sobrevivência de algumas espécies em períodos em que os recursos alimentares se encontram escassos. A observação de aves ("birdwatching") é uma atividade que envolve pesquisa científica, educação ambiental, ensino, conservação e lazer. O presente projeto tem como objetivo criar e monitorar um comedouro de aves no Campus Floresta realizando um levantamento das espécies visitantes e proporcionar bases e informações para o desenvolvimento de atividades de aulas práticas e de educação ambiental. As aves frequentadoras do comedouro estão sendo observadas através de binóculos, fotografadas e filmadas com câmera digital (Nikon P900). É registrado qual recurso está sendo utilizando (bebedouro com néctar, fruta, grãos ou água) pelas espécies visitantes. A identificação das espécies estão sendo feitas através da comparação com guias de identificação e outros livros. Os hábitos alimentares das aves visitantes estão sendo coligidos em literatura (artigos e livros). O comedouro foi criado em março de 2016 e a partir de junho começou a ser visitado e em julho foi registrado uma maior atividade das aves. Quatro espécies foram registradas até o momento, sendo três frugívoras (Que se alimentam de frutas), o Sanhaço-da-amazônia (Tangara episcopus), o Sanhaço-do-coqueiro (Tangara palmarum) e a Pipira-vermelha (Ramphocelus carbo), e uma granívora (que se alimenta de grãos), a Rolinha (Columbina talpacoti). Pretende-se agora monitorar o comedouro de forma sistematizada para avaliar a abundância de cada espécie visitadora e iniciar algumas atividades de aulas práticas e Educação Ambiental através da observação dos pássaros com acompanhamento de monitores.

ESPÉCIES REGISTRADAS ATÉ O MOMENTO

                                           

Sanhaço-da-Amazônia (Tangara episcopus)                 Sanhaço-do-coqueiro (Tangara palmarum)

 

        

 Pipira (Ramphocelus carbo)                                                Rolinha (Columbina talpacoti)

 

OBJETIVOS DO PROJETO

 

Geral:

Criar e monitorar um comedouro para aves silvestres no Campus Floresta da Universidade Federal do Acre em Cruzeiro do Sul para observação e levantamento das espécies atraídas pela disponibilidade de alimento.

 

Específicos:

- Levantamento das espécies de aves frequentadoras do comedouro atraídas pela oferta de alimento: frutas, sementes e bebedouro com água adocicada.

- Associar as espécies visitantes do comedouro com seu respectivo hábito alimentar (e. g., frugívora, granívora, onívora, nectarívora).

- Analisar a frequência das espécies ao longo do ano.

- Despertar o interesse da comunidade universitária pela fauna e pela conservação da natureza.

- Utilizar o comedouro em aulas práticas de disciplinas de ecologia e zoologia para observação das espécies de aves.

- Registrar através de fotografias as espécies visitantes para elaboração de folder, painéis e páginas na Internet.

- Filmar a atividade das aves para disponibilização na Internet para divulgação do projeto.

-Elaborar uma página na Internet sobre o projeto e seus resultados e divulgar no Facebook (Página Conheça Nossa Fauna: https://www.facebook.com/nossafauna/).
 

Comedouro quando recém-construído.

 

O COMEDOURO

  O comedouro de aves é uma estrutura de madeira com altura máxima de 2 metros e quarenta centímetros (do chão até o telhado), porção destinada para alimentação com altura de 1,50 m e 1,80 m de comprimento e aproximadamente 60 cm de largura. No comedouro existem cinco bebedouros para beija-flores contendo solução aquosa, preparada a partir da mistura de água com néctar artificial (Enriquecido com vitaminas e minerais) ou água com açúcar (Proporção - 80% de água e 20% de açúcar) como recomendado em literatura. Frutas (principalmente bananas), alpiste e quirela de milho estão sendo oferecidos em recipientes e também um recipiente contendo água. O comedouro é limpo regularmente para se evitar a atração de animais não desejados (moscas, baratas, etc) e a água do bebedouro para as aves nectarívoras é trocada a cada dois dias para se evitar problemas de saúde para as aves. A água do recipiente para as aves beberem é trocada regularmente a cada dois dias para evitar o surgimento de larvas de mosquitos. Todos os dias pela manhã alimentos são colocados no comedouro.

 

 

Comedouro com alimentos.

 

 

AVES DURANTE A VISITAÇÃO

Vídeos: T. episcopus  T. palmarum

 

Sanhaço-da-Amazônia (Tangara episcopus).

 

Sanhaços-da-Amazônia (Tangara episcopus).

 

Sanhaço-da-Amazônia (Tangara episcopus).

 

Sanhaço-da-Amazônia (Tangara episcopus).

 

Sanhaço-do-coqueiro (Tangara palmarum).

 

As duas espécies de sanhaços: Tangara episcopus e Tangara palmarum.

 

As duas espécies de sanhaços: Tangara episcopus e Tangara palmarum.

 

Pipira (Ramphocelus carbo).

 

Pipira (Ramphocelus carbo).

 

ALGUMAS POTENCIAIS ESPÉCIES VISITADORAS

Japiim (Cacicus cela) - frugívora.

 

Inhapiim (Icterus cayanensis) - frugívora.

 

Beija-flor (Florisuga mellivora) - nectarívora.

 

Beija-flor (Amazilia lactea) - nectarívora.

 

 

Cigarrinha-do-campo (Ammodramus aurifrons) - granívora.

 

Sabiá (Turdus ignobilis) - onívora.

 

Bigodinho (Sporophila lineola) - granívora.

 

Caboclinho (Sporophila castaneiventris) - granívora.

 

Polícia-inglesa (Sturnella militaris) - granívora.

 

 

 

AGRADECIMENTOS

  Agradeço ao Reitor Minoru Kinpara, a Vice-Reitora Guida Aquino e ao Superintendente Artheson Cruz pelo apoio na construção do comedouro de aves. A Pró-Reitora Aline Nicolli pela cessão dos binóculos. Agradeço também os acadêmicos da Disciplina de Zoologia dos Cordados do Curso de Ciências Biológicas por cuidarem do comedouro durante minha ausência. Aos Engenheiros Agrônomos Professor Leonardo Barreto Tavella, Maisa Bravin e Ponciano Júnior e os acadêmicos do Curso de Engenharia Agronômica no trabalho da preparação das mudas e plantios das futuras árvores frutíferas no local que contribuirão para atrair mais pássaros.

 

PASSARINHO LEGAL É FORA DA GAIOLA!

PÁGINA INICIAL FOTOS DE ANIMAIS TEXTOS SOBRE ANFÍBIOS E RÉPTEIS
CURRÍCULO ARTIGOS PARA DOWNLOAD LIVROS A VENDA